Neste mês de setembro, o Procon do município – órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Araripina – iniciou uma série de fiscalizações no comércio buscando identificar o abuso de preços, formas de pagamento, além de prazos de troca, validade e qualidade dos produtos. Nesta terça-feira (19), o diretor do Procon de Araripina, Glendo Andrade, se reuniu com representantes de postos de combustíveis da cidade com o objetivo de orientar sobre o respeito ao direto do consumidor e apresentar as principais reclamações da população a este segmento, como, preços altos, informações inadequadas sobre produtos e serviços, publicidade enganosa, falta de adesivo (placa) visível nos estabelecimentos, entre outras.

Para o diretor do Procon de Araripina Glendo Andrade, o propósito é trocar ideias e sugestões para fortalecer o comércio. “O objetivo dessa fiscalização é reforçar o trabalho no comércio de maneira geral, visando uma ação produtiva, orientando os comerciantes, uma vez que muitos estabelecimentos comerciais da região não dispõem sequer do Código de Defesa do Consumidor para que possam, desta forma, ficarem devidamente adequados às normas”, disse.

Ainda este ano, serão feitas mais duas fiscalizações na cidade nos setores do comércio e instituições bancárias.

Fotos: Bruno Rostand / SECOM

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário