Após uma campanha intensa de prevenção ao câncer de mama, com o Outubro Rosa, agora é a vez de chamar a atenção do público masculino para a necessidade de diagnosticar precocemente o câncer de próstata – o segundo mais comum entre os homens brasileiros. Iniciamos hoje a campanha do ‘Novembro Azul’!

A cada 36 minutos, um homem morre no Brasil vítima de câncer de próstata. Segundo dados do Ministério da Saúde, 14.484 homens morreram em decorrência da doença no país em 2015. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados da doença, o que faz com a taxa de mortalidade chegue a 25% dos pacientes.

Ainda de acordo com a SBU, a hereditariedade é um dos principais fatores de risco para o câncer de próstata. Homens negros têm até 60% mais chances de ter a doença. A indicação é que os homens procurem um médico especializado para monitorar sua saúde e detectar a doença a partir dos 50 anos. Negros ou aqueles com parentes em primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos.

Na campanha Novembro Azul, a Secretaria Municipal de Saúde promoverá palestras e divulgação de informações para conscientizar e mostrar a importância de procurar um médico fazer o exame.