A Prefeitura de Araripina esclarece a respeito do não-pagamento de 10%  referente aos salários deixados pelo ex-prefeito dos meses de novembro e dezembro de 2016:

– Os débitos deixados pelo ex-prefeito com os servidores do Fundeb 60 perfazem o valor de quase R$ 5 milhões; recurso este que a Prefeitura de Araripina não dispõe para pagamento integral ou até mesmo de maneira parcelada.

– Em reunião realizada entre representantes da Prefeitura de Araripina e do SIMA, sob mediação do Ministério Público de Pernambuco, a prefeitura fez uma proposta de quitação integral do referido débito no ano de 2019 com recursos que estão garantidos através de precatório federal em uma ação que envolve recursos do Fundef.

– Esta proposta foi imediatamente negada pelos dirigentes do SIMA que, em seguida, propuseram que a prefeitura efetuasse o pagamento de 10% do salário do mês de novembro de 2016 no mês de maio de 2018. Proposta esta que foi analisada pela prefeitura e estava pronta para ser executada hoje, 30/04, no fechamento das folhas salariais dos servidores.

– Entretanto, os mesmos dirigentes sindicais que fizeram a proposta perante o Promotor de Justiça, convocaram uma assembléia da categoria para reprovar a proposta por eles feita. Portanto cancelando o acordo pré-estabelecido que beneficiaria os servidores da educação com mais 10% em seus salários.

– Por fim, a Prefeitura de Araripina mantêm o diálogo aberto com os servidores e espera que a categoria entenda que o município não dispõe de recursos para pagamento dos débitos deixados pelo ex-prefeito. A Prefeitura reafirma que mantém o compromisso de pagar os salários dos servidores em dia, como tem feito desde o início da atual administração.