Foi realizado nesta segunda-feira (30), em Araripina, o 1º Encontro ‘Setembro Amarelo’, voltado para os trabalhadores da área da saúde. O evento aconteceu no auditório Charles Luciano, na Faciagra, e foi organizado pela Prefeitura por meio da Secretaria de Saúde e Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

Neste mês de campanha nacional, a Secretaria Municipal de Saúde e o Caps promoveram palestras de conscientização e de qualificação de profissionais de diversas áreas, principalmente da saúde, educadores e outros.

Os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que anualmente 800 mil casos de suicídio são registrados em todo o mundo, o que equivale a uma pessoa tirando a própria vida a cada 40 segundos. O Brasil está em oitavo lugar dentre os países com maior número de suicídios.

Para quem está em busca de ajuda profissional permanente, em Araripina o serviço de tratamento psicológico e psiquiátrico é oferecido no Centro de Atenção Psicossocial. O Caps possui residência terapêutica que atende pacientes com transtornos mentais e dependentes químicos. Ele fica localizado na rua Francisco Muniz Neto, 164, centro.

Participaram do evento a primeira-dama, Dra. Socorro, a secretária de Saúde, Roberta Falcão, a coordenadora de Saúde Mental e Caps, Leilianne Coelho; Venilton Carlos – representante do Conselho Municipal de Saúde; O diretor do Centro de Saúde, Couto Lacerda, e a secretária de Desenvolvimento Social, Suzilene Alves e a psiquiatra Natália Wolmer.