O Ministério de Minas e Energia promove, através da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), com o apoio da Prefeitura de Araripina e do Sindicato da Indústria de Gesso de Pernambuco – Sindusgesso, o Fórum de Desenvolvimento do Polo Gesseiro do Araripe. O evento acontece dia 19 (segunda-feira) e vai contar com a presença do Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

O Fórum irá reunir grandes instituições, como Copergás, DNIT, Sindusgesso, ITEP e UFPE, com o objetivo de discutir e fomentar o desenvolvimento socioeconômico de toda região.

Na programação estão previstas palestras técnicas para apresentação de recentes estudos em toda bacia do Araripe e também indicar novas áreas para exploração da gipsita.

Além disso, vai apresentar meios de incentivos e facilidades que podem ser ofertadas a todo setor, como linhas de financiamento, utilização de energias alternativas, novas tecnologias para exploração e ainda soluções de infraestrutura que visam facilitar o escoamento da produção, serão debatidos no encontro, que acontece no Centro Tecnológico do Araripe, na cidade de Araripina, a partir das 9h.

Segundo dados do Sindusgesso, no polo gesseiro do Araripe são gerados 13,9 mil empregos diretos e 69 mil indiretos com 42 minas de gipsita, 174 indústrias de calcinação e cerca de 750 indústrias de pré-moldados que geram um faturamento anual na ordem de R$ 1,4 bilhão por ano. A pureza do minério varia de 88% e 98% sendo considerado de melhor qualidade no Brasil. A região do Araripe produz 84,3% do gesso consumido no país.

Serviço:

1º Fórum de Desenvolvimento do polo gesseiro do Araripe

Data: 19 de junho de 2017.

Horário: 9h às 17h

Local: Centro Tecnológico do Araripe, Rua Antonio Alexandre Alves, 112. Vila Santa Izabel.

Inscrições pelo email [email protected] ou (81) 33161402

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.